Hawthorn: propriedades medicinais, método de uso e benefícios


HAWTHORN

Crataegus

spp. (família

Rosaceae

)

CARACTERÍSTICAS GERAIS

Hawthorn pertence ao gênero Crataegus com espécies Crataegus oxyacantha (ou Crataegus laevigata) é Crataegus monogyna ambos pertencentes à família de Rosaceae. São plantas extraordinárias, sempre cantadas por poetas e romancistas não só por sua beleza, mas também pelas inúmeras qualidades tanto como plantas medicinais quanto ornamentais.

Hawthorns são encontrados espontaneamente em áreas montanhosas, excluindo áreas costeiras. É a típica planta montanhosa de vida muito longa, podendo chegar aos 500 anos de idade.

São perenes (muito longevos, duram até 500 anos), arbustos que chegam a atingir 5 metros de altura. As folhas são lobadas com lóbulos mais ou menos marcados. As flores são pequenas, de um branco rosado, reunidas em corimbos e adoram um perfume delicioso. Os frutos são drupas vermelhas com polpa farinhenta.

PROPRIEDADE'

Hawthorn contém óleo essencial rico em taninos e vitaminas, carboidratos, vitamina C, ácido oxálico, pigmentos, aminas, derivados de terpeno, histamina.

Suas propriedades são: antidiarreica, adstringente, diurética, tônica, febrífuga, hipotensora, sedativa, antiespasmódica.

PEÇAS USADAS DA PLANTA

Do espinheiro, usamos as flores colhidas antes de sua abertura na primavera; os frutos no final de setembro, secos no forno; a casca dos ramos jovens colhidos em fevereiro.

COMO USÁ-LO

É utilizado como infusão e tintura em casos de hipertensão, nervosismo e para ajudar no sono.

O banho relaxante com flores de espinheiro também tem efeito sedativo.

Na cozinha não são muito utilizados, uma vez que devem ser utilizadas frutas pouco saborosas.

CURIOSIDADE'

Hawthorn também é conhecido como spinobianco.

A madeira de Crataegus monogyna trabalhado é muito brilhante.

AVISOS

Hawthorn é muito ativo para o sistema circulatório, por isso é bom tomá-lo sob supervisão médica.

LINGUAGEM DAS FLORES E PLANTAS

Você vê: Hawthorn - a linguagem das flores e plantas


Hawthorn, propriedades fitoterápicas do Hawthorn

Analisamos anteriormente as características gerais do espinheiro, traçando uma identificação química de seu fitocomplexo depois de traçar um perfil botânico preciso e meticuloso. Neste exame iremos nos concentrar, em particular, nas propriedades do espinheiro para a saúde: após uma menção à farmacocinética - o mecanismo de ação dos princípios ativos - estudaremos suas atividades biológicas, o uso clínico do espinheiro e, por último, a toxicidade, precauções e interações medicamentosas com outras substâncias.


Hawthorn: formas de uso e contra-indicações

O espinheiro é um arbusto pertencente à família das Rosáceas, facilmente reconhecível pelas pequenas flores brancas muito semelhantes em forma à rosa silvestre da qual se diferencia apenas pela cor branca.

Hawthorn normalmente cresce na Itália Tanto é assim que em algumas áreas de nossa península cria verdadeiras florestas ou sebes quase inteiramente compostas por espinheiro. Este arbusto é de fato típico de zonas temperadas na Europa do que no resto do mundo como Na ásia e em América e assim encontra seu habitat natural também na Itália.

Seu nome botânico é Crataegus monogyna mesmo se eles existirem variedades diferentes que se alteram nas características morfológicas e em particular na incisão mais ou menos profunda dos lobos foliares.

Propriedades do espinheiro e quando usá-lo

Hawthorn é usado principalmente no caso de hipertensão, de ansiedade é nervosismo, mas também tem efeitos benéficos no coração sendo um cardioprotetor também é excelente antioxidante capaz de combater os radicais livres.

Seus principais ingredientes ativos fazem parte da família de flavonóides e são capazes de dilatar os vasos sanguíneos reduzindo a pressão arterial. Além disso, os flavonóides também são substâncias excelentes anti-envelhecimento graças à sua capacidade de neutralizar a ação dos radicais livres que, portanto, tornam o espinheiro-alvar excelente antioxidante e um muito bom protetor contra doenças cardiovasculares e inflamatórias.

Finalmente, na composição do espinheiro existem outras substâncias ativas, como as antocianinas, que sempre apresentam propriedades anti-radicais, mas também propriedades cardioprotetoras e sedativas.

Portanto, é usado para pessoas que sofrem de insônia ou ter dificuldade em adormecer à noite. Em particular, os remédios naturais à base de espinheiro são indicados para quando não há sono devido a estados emocionais negativos, a presença de muitos pensamentos ou devido à agitação geral.

A ação do espinheiro é direcionada para a frequência dos batimentos cardíacos de tal forma que reduz seu ritmo aumentando sua força contátil, e isso lhe permite atuar positivamente sobre taquicardias e arritmias, auxiliando no manejo de situações estressantes.

Hawthorn entre os relaxantes remédios naturais

Maneiras de usar espinheiro

Hawthorn pode ser usado em várias formas: infusão de flores secas, tingimento mãe ou extratos titulados em monodosagga.

  • EU'extrato seco de espinheiro é geralmente vendido em doses únicas como cápsulas ou comprimidos e a quantidade é de cerca de 500 mg cada. Estes podem ser tomados por via oral uma vez por dia durante pelo menos um mês e meio.
  • tingimentomãe é em vez disso na forma de gotas e geralmente um adulto requer 20/30 gotas dispersas em água e tomadas 2 ou 3 vezes ao dia. No ciclo naturopático recomendado é de acordo com a regra dos 2/3, então a tintura é tomada por 2 meses e a próxima é suspensa, dando ao corpo tempo para aprender a arte da autocura. A título indicativo, a tintura-mãe é útil no caso de ansiedade, insônia e como hipotensor.
  • A preparação de chá de ervas de espinheiroé certamente o mais simples e, no caso de ansiedade e insônia, é um modo de ingestão eficaz e também muito agradável. Leve um copo de água para ferver e despeje sobre uma colher de chá de flores de espinheiro-alvar, deixando descansar por pelo menos 8 minutos. Basta filtrar tudo e beber, adoçando a seu gosto. 1 a 3 xícaras por dia por até 2 semanas.

Contra-indicações de espinheiro

Hawthorn não é recomendado na gravidez e amamentação para não interferir de forma alguma com a mãe e a criança não é indicada no caso de pessoas que sofrem de pressão baixa ou eles contratam drogas que regulam a pressão arterial. Finalmente não pode ser tomado junto com betabloqueadores, digitálicos ou outros tipos de medicamentos que atuam no coração.

A motivação para evitar a ingestão simultânea de alguns medicamentos e espinheiro é dada pela contra-indicação de adicionar princípios ativos mais naturais e / ou químicos que atuem na mesma região do corpo, no caso específico da pressão arterial e do coração: isto de fato isso cancelaria ou aumentaria o efeito das próprias substâncias com possíveis consequências negativas.

Continua sendo uma boa prática sempre procure o conselho do seu médico e falar com especialistas no setor de fitoterápicos ou fitoterápicos de modo a não se deparar com escolhas faça você mesmo mal informadas porque os riscos para a saúde podem ser graves.


Propriedades e uso na história

As propriedades curativas do espinheiro são conhecidas desde 1200, pois foram encontrados manuais nos quais ele está erroneamente associado à digitalis (outra planta cardiotônica, mas com ingredientes ativos e mecanismos de ação completamente diferentes).

Na Grécia antiga, as damas de honra aparentemente usavam coroas de flores e botões de espinheiro, enquanto a noiva tinha um raminho na mão.

Os romanos, por outro lado, acreditavam que ele removia os espíritos malignos das crianças, então eles o colocavam nos berços de seus bebês.

As frutas, em um passado mais recente, eram utilizadas para adoçar e dar sabor ao pão.

No espinheiro encontramos uma longa série de ingredientes ativos.

Flavonóides, incluindo hiperosídeo e vitexina, e compostos triterpênicos, como o ácido ursólico, responsáveis ​​pela ação no coração.

Além disso, existem esteróis, derivados de purina, catequinas, ácidos fenólicos, aminas e glicosídeos.


Videira vermelha: propriedades, uso, contra-indicações

Videira vermelha (Vitis vinifera) é uma planta da família de Vitaceae. Conhecida por suas propriedades anti-inflamatório, é útil contra varizes, hemorróidas e celulite. Vamos descobrir melhor.

Propriedades da videira vermelha

Os ingredientes ativos contidos no sai colhidas no outono, quando adquirem tons avermelhados, daí o termo "Videira vermelha", pertencem à categoria de polifenóis, em particular do bioflavonóides (antocianidinas e proantocianidinas), e eles realizam uma atividade intensa antioxidante e antiinflamatório. Sua ação mais importante é que tônico e vasoprotetor, dos cuidados com o sistema circulatório, onde influenciam positivamente na permeabilidade vascular, evitando edema e inchaço.

Também sementes e a descasca das bagas contendo um fitocomplexo rico em flavonóides, antocianinas, ácidos graxos e poliinsaturado vitamina P, e desempenham uma ação muito útil na insuficiência veno-linfática, nas patologias cardiovasculares e nas doenças que envolvem problemas circulatórios nos olhos, em particular ao nível da retina.

A videira vermelha é, portanto, indicada em todos formas de veias varicosas, flebite, fragilidade capilar, couperose, edema, hemorroidas, celulite, retenção de água, estase sanguínea e peso em membros inferiores.

Como usar

INFUSÃO: 1 colher rasa de folhas de videira vermelha, 1 xícara de água

Despeje as folhas em água fervente e desligue o fogo. Cubra e deixe em infusão por 10 min. Filtre a infusão e beba entre as refeições para aproveitar a ação antiinflamatória em benefício do sistema circulatório.

Tintura-mãe de videira vermelha: 40 gotas num pouco de água três vezes ao dia entre as refeições.

Você pode aprender mais sobre as propriedades e uso da tintura-mãe de videira vermelha

Contra-indicações da videira vermelha

O uso da videira vermelha é não recomendado em caso de gravidez e amamentação. Em casos raros, após a ingestão, ocorreram distúrbios como: digestão difícil, náuseas, tonturas e dores de cabeça, comichão e urticária. Quando esses efeitos colaterais ocorrem, é bom contate um médico.

Descrição da planta

Arbusto trepador irregular, de ramificação esparsa mas muito desenvolvido em comprimento, podendo chegar a vários metros. O tronco é torcido e irregular. A raminhos jovem, muitas vezes peludo, tem, no lado oposto da folha, um cirro o que permite que a planta se fixe aos suportes. O sai lobos decíduos, com margem irregularmente dentada, ao final do ciclo de vida, perdem a cor verde normal, adquirindo a cor vermelha típica, antes de se desprender e cair.

A flores eles são reunidos em inflorescências de panícula, primeiro eretas, depois pendentes. O fruta é uma baga chamada uva, normalmente reunidos em clusters, conhecidos pelo nome uvas. A cor dos frutos maduros varia, de acordo com a casta, do verde ao amarelo, do rosa ao vermelho-púrpura, do preto ao preto-azulado, mas a intensidade e o tom da cor também podem variar em função das condições ambientais. , em especial a iluminação.

O habitat da videira vermelha

A videira vermelha é uma planta nativo do sul da Europa e oeste da Ásia, atualmente presente em todos os continentes, exceto na Antártica. É cultivada nas regiões temperadas quentes do mundo para a fruta e para a produção de vinho.

Fundo

Os sumérios já consideravam esta planta "A grama da vida"e eles adoravam uma deusa conhecida como a deusa da videira ou videira mãe, até mesmo mencionado na saga indiana de Gilgamesh: é para essa divindade feminina com a intenção de derramar vinho que o herói se volta para perguntar como conquistar a imortalidade. A videira, portanto, desde os primórdios da civilização foi considerada como símbolo da juventude e vida eterna.

No mundo grego, o vinho era considerado um presente dos deuses e todos os mitos concordam em atribuir a Dionísio, o filho mais jovem e imortal de Zeus, a introdução do cultivo da videira entre os homens, tanto que ele se tornou o deus deste. bebida por excelência. Na medicina, o próprio Hipócrates aconselhou o vinho para curar muitas doenças e os preparativos de Vitis vinifera eram usados ​​no tratamento de disenteria e em caso de menstruação intensa, enquanto para uso externo eram usados ​​em casos de frieiras e veias varicosas.


Propriedades benéficas do espinheiro

Hawthorn tem sido usado como diurético e adstringente desde os tempos antigos. Recentemente, porém, os médicos americanos descobriram seus benefícios para o coração, tanto que ele adquiriu o nome de "valeriana do coração". As propriedades medicinais do espinheiro-alvar (Crataegus monogyna Jacq. Ou Crataegus oxyacantha) são de particular interesse para quem sofre de problemas cardiovasculares, como [...]

Hawthorn tem sido usado como diurético e adstringente desde os tempos antigos. Recentemente, porém, os médicos americanos descobriram seus benefícios para o coração, tanto que ele adquiriu o nome de "valeriana do coração".

As propriedades medicinais do Hawthorn (Crataegus monogyna Jacq. ou Crataegus oxyacantha) afetam particularmente as pessoas que sofrem de problemas cardiovasculares, como insuficiência cardíaca, arteriosclerose, hipertensão, nervosismo, tonturas e insônia. Para tanto, são utilizadas infusões, tinturas e extratos secos.

Em mais detalhes, esta planta, portanto, encontra aplicação contra taquicardia, arritmia, palpitações, insônia nervosa, ansiedade. No entanto, é contra-indicado para quem sofre de tensão arterial baixa.

No campo cosmético, entretanto, o banho de espinheiro é apreciado por suas propriedades relaxantes.

Na cozinha as frutas (drupas) são utilizadas para preparar compotas também junto com outras frutas.

Se você quiser atualizações sobre Propriedades benéficas do espinheiro insira seu e-mail na caixa abaixo:

Ao preencher este formulário, concordo em receber informações relativas aos serviços referidos nesta página de acordo com a política de privacidade.

Recebemos sua solicitação de registro. Se esta é a primeira vez que você se inscreve em nossos serviços, Confirme sua inscrição clicando no link recebido por e-mail.

Se você deseja receber informações personalizadas, preencha também os seguintes campos opcionais.

Ao preencher este formulário, concordo em receber informações relativas aos serviços referidos nesta página de acordo com a política de privacidade.


Vídeo: MANJERICÃOALFAVACA seus benefíciospropriedade medicinal.


Artigo Anterior

Cultivando Yucca em casa

Próximo Artigo

Projeto de jardim habilitado - Aprenda sobre jardinagem com deficiências